Powered by free wordpress themes

Home / Destaque / Parisi: Presidente da Câmara contesta porcentagem de aumento

Powered by free wordpress themes

Parisi: Presidente da Câmara contesta porcentagem de aumento

O presidente da Câmara de Parisi, vereador Dejair da Silva (PSB), enviou uma nota ao Diário de Votuporanga, na tarde de ontem, para contestar a porcentagem de aumento dos subsídios de agentes políticos e secretários municipais para a legislatura de 2017 a 2020, divulgada com exclusividade ontem.

Segundo ele, “o valor de reajuste previsto é da ordem de 24,38 % e não 30,00 %, como foi erradamente divulgado”. Dejair ainda assegura que o Projeto de Lei 008/122016 foi proposto com fundamento na Constituição Federal e na Lei de Responsabilidade Fiscal e ressalta que o aumento seria vigente à próxima legislatura e não para a atual, isto é de 2017 a 2020, conforme citado no início da reportagem.

Para finalizar, a nota do presidente garante que os vereadores que votaram o Projeto não são considerados candidatos para a próxima eleição.

Cabe esclarecer que, para a elaboração da reportagem publicada na Página A3 da edição desta quinta-feira, o Diário entrou em contato com o prefeito de Parisi, Oclair Barão Bento (PSDB) e pessoas pertencentes à equipe dele no Poder Executivo.

A reportagem entrou em contato ainda com o próprio presidente da Câmara, Dejair, que reportou à sua secretária, que informou os dados contidos na matéria. As porcentagens foram confirmadas pelo gabinete do prefeito.

Entretanto, conforme consta na matéria, os valores citados referem-se à última lei que reajustou os subsídios dos agentes políticos e Secretários Municipais, não levando em consideração as correções salariais. Por exemplo, os vencimentos dos vereadores – calculados de acordo com essa última lei informada pela Prefeitura – são da ordem de R$ 1.500,00. Contudo, os edis recebem atualmente R$ 1.575,00, valor que faria a porcentagem cair de 30.56% para pouco mais de 24% relatados pela Câmara.

Outro fator que cabe ressaltar é que o Diário cede hoje, cordialmente, o espaço para o presidente da Câmara se manifestar, embora já o tenha procurado na última quarta-feira, para se pronunciar a respeito da derrubada de veto do projeto, mas preferiu se reportar à secretaria da Casa de Leis. Enfim, o Diário percorreu todas as vias do jornalismo ético, procurando ambas as partes envolvidas na reportagem, como o prefeito de Parisi, Oclair Bento, e o presidente da Câmara de Vereadores, Dejair da Silva.

 

Entenda

Os vereadores de Parisi derrubaram o veto do prefeito Oclair Barão Bento (PSDB) ao projeto que aumenta os subsídios dos agentes políticos e secretários municipais para a legislatura de 2017 a 2020.

Segundo informações obtidas pelo Diário, o projeto de autoria da Mesa Diretora da Câmara foi rejeitado pelo prefeito. Porém, por 5 votos a 3, a Câmara derrubou o veto de Oclair e o projeto voltou para o Executivo. Neste caso, o Legislativo tem autonomia para sancionar leis.

Confira abaixo a nota na Íntegra:

Parisi, 19 de Maio de 2016

Senhor Diretor

Tem o presente a finalidade de cumprimentá-lo, ao tempo em que , tendo em vista matéria veiculada no Jornal Diário de Votuporanga, em sua edição do dia 19 de Maio p.p, em sua 1ª e 3ª pagina, com o título “ Vereadores de Parisi  derrubam veto e reajustam salários “, temos a fazer as seguintes considerações :

1- O Projeto de Lei 008/122016, que determina os  subsídios do Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores, foi proposto com fundamento na Constituição Federal e na Lei de Responsabilidade Fiscal ;

2- Importante que  fique bastante claro , que o Projeto prevê os subsidios dos agente políticos citados, para vigorar para a próxima legislatura e não para a atual, isto é de 2017 a 2020 ;

3- E ainda, o valor de reajuste previsto é da ordem de 24,38 % e não 30,00 %, como foi erradamente  divulgado ;

4- Que os Vereadores que votaram no Projeto,  não são considerados candidatos para a próxima eleição, pois as convenções municipais se darão no mês de Julho próximo .

Na certeza de que  este esclarecimento, será veiculado por vosso jornal, com o mesmo destaque dado a matéria referida, atendendo assim, mais uma vez  o comportamento do bom jornalismo, desde já agradecemos.

Respeitosamente

Presidente da Câmara Municipal

Ilmo Senhor

Diretor do Jornal “Diário de Votuporanga “

Votuporanga-SP

 

 

Além disso, verifique

FSS: Votuporanga ganhará abrigo para animais

Câmara aprovou a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$140 mil, para criação …

Um comentário

  1. Parisi deveria ser distrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *