Powered by free wordpress themes

Home / Saúde / Imunização: Saúde intensifica atualização de vacinação contra caxumba

Powered by free wordpress themes

Imunização: Saúde intensifica atualização de vacinação contra caxumba

A ocorrência de casos de caxumba vem aumentando em todo Estado de São Paulo. Em Votuporanga, nesses sete primeiros meses do ano, 12 pessoas foram notificadas com a doença. A fim de se evitar o avanço do agravo, a Secretaria de Estado da Saúde recomenda aos municípios para que alertem a população sobre a importância da vacina contra a caxumba.

Para evitar a doença, é necessário que a pessoa tenha sido imunizada com a tríplice viral, que protege contra a caxumba, rubéola e sarampo.  A vacina é disponibilizada gratuitamente pela rede pública de saúde e consta no calendário de rotina.

O esquema completo é feito com a primeira dose, aos 12 meses de vida. Aos 15 meses, é aplicada a segunda juntamente com a vacina contra a varicela. Para pessoas com idade até 19 anos a imunização é dividida em duas partes; após essa faixa etária, é única.

De acordo com a enfermeira responsável pelo setor de imunização da Secretaria Municipal de Saúde – Danieli Fortilli, a vacina contra a caxumba é a principal forma de prevenção. “Solicitamos a todas as pessoas que confiram a caderneta de vacinação, levando-a para a unidade de saúde para que o profissional tenha condições de avaliá-la”, explica.

A caxumba é altamente contagiosa e transmitida facilmente pelo ar e contato direto com as secreções das vias aéreas da pessoa infectada. Entre três e nove dias depois do contato, iniciam-se os primeiros sintomas. “É necessário evitar ambientes fechados, não fazer a automedicação e procurar a unidade de pronto atendimento”, destaca Danielli.

O período de incubação da caxumba varia entre duas e três semanas. Neste período, o ciclo de transmissão de doença ocorre normalmente.

Os principais sintomas da doença são: inchaço e dor na região do pescoço, logo abaixo da orelha; dor de garganta ao engolir, dores musculares, febre e mal estar.

Para a atualização da carteira de vacinação, basta dirigir-se à unidade de saúde mais próxima, de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h.

 

 

LEG: Apesar dos baixos números de notificações, município atua preventivamente, com ações voltadas para conter um possível avanço do agravo

 

 

Reprodução

Além disso, verifique

Santa Casa participa de desfile cívico na Amazonas

Em comemoração aos 81 anos de Votuporanga, Complexo prestigiou evento da Prefeitura, demonstrando todo amor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.