Powered by free wordpress themes

Home / Destaque / Bazar do Bem: união e voluntariado em prol da Santa Casa

Powered by free wordpress themes

Bazar do Bem: união e voluntariado em prol da Santa Casa

 

Projeto completa três anos em sede própria, com planejamento de expansão; toda renda arrecadada é revertida para humanização dos atendimentos do SUS

Ao entrar no Bazar do Bem da Santa Casa de Votuporanga, os olhos de Elena Munhoz Benati e Daisy Góes Liévana brilham. Cada cantinho da unidade foi sonhado, aguardado e, principalmente, conquistado graças à união de pessoas abnegadas que amam o Hospital. O Bazar do Bem é assim. Sua história foi construída com dedicação, participação da comunidade com o mesmo objetivo: colaborar com a Instituição.

Ao completar três anos de sede própria, comemorados neste sábado (12/8), a história do Bazar floresce na mente de suas fundadoras. Afinal, um desejo singelo de contribuir com a Entidade nasceu de uma amizade entre as voluntárias. “Eu e Daisy sempre quisemos ajudar com a Santa Casa. Lembro que comprávamos tecido e costurávamos lençóis para o Hospital. Foi um ano de muitas doações. Mas, nosso sentimento era de que podíamos mais”, contou a atual presidente do grupo.

Foi a partir do Bazar de Barretos que surgiu a iniciativa. “Colocamos tendas nas proximidades da Instituição e comercializávamos artesanato. Vendíamos na calçada. Montávamos nossa barraca e, no fim do dia, os colaboradores recolhiam e guardavam o material para nós. Foram dias muito difíceis, debaixo de sol e de chuva. Mas a população sempre nos ajudou”, contou.

Após um ano nesta jornada, as voluntárias optaram por participar da feira livre na Praça São Bento, realizada às quintas-feiras. “Ficamos dois anos na feira. Na nossa tenda, já havia roupas usadas. Foi neste contato semanal que surgiram grandes parceiros para a construção da nossa sede, que contou com apoio da diretoria e de toda a população”, frisou.

Não foi o espaço físico apenas que mudou. A capacidade de colaborar financeiramente com o Hospital também. “Nestes três anos, arrecadamos dinheiro para melhorar e humanizar o Sistema Único de Saúde (SUS), que é o nosso foco. Conseguimos contribuir com poltronas para acompanhantes, reformas de alas, aparelhos e isso nos enche de alegria”, disse.

Daisy destacou que há projeto para expansão da unidade. “Iremos dividir a loja em artesanato e roupas. Isso deixará tudo mais organizado e acessível para os consumidores”, contou.

Ela comemora toda trajetória. “Estamos muito felizes, vendemos a custo baixo, para atender as pessoas que nos procuram e, principalmente, doar para Santa Casa. Conseguimos levantar cerca de R$100 mil por ano, graças à adesão da população de Votuporanga e região que nos prestigia e nos auxilia a fazer o bem”, afirmou.

Fazer o bem para aqueles que compram. Consumidora fiel, a moradora de Magda, Sônia Maria de Castro Correia, passa todo mês no Bazar. “As peças são de qualidade, só compro calçado aqui. Além disso, colaboramos com o Hospital”, contou.

A votuporanguense Maria Conceição Teixeira levou bermudas para casa. “É uma bênção, compramos tudo muito baratinho e, principalmente, já necessitei da Instituição e sou testemunha do quanto que o SUS melhorou com o projeto”, disse.

O Bazar do Bem também transforma as voluntárias. O trabalho delas vai além do atendimento ao público. Com todo amor, separam as doações, fazem reparos, lavam e recepcionam clientes. “Somos em 20. Eu comecei aqui no dia da inauguração e é uma terapia para mim. Aqui tenho amor e doação ao próximo. A Santa Casa precisa do Bazar e a gente do Hospital.  Aprendi que quando a gente colabora, recebe muito mais”, afirmou Carmem Calister.

O provedor da Instituição, Luiz Fernando Góes Liévana, agradece o trabalho incansável das voluntárias. “O Bazar do Bem surgiu da comunidade e é por este motivo que deu certo. É a prova do quanto que a população de Votuporanga e região nos prestigia, doando e comprando os itens comercializados. A unidade também é exemplo, por tamanha dedicação das voluntárias, que se dispuseram a colaborar de forma integral com nossa Entidade. Agradecemos o apoio, que é revertido para a humanização do SUS e que nos possibilitou várias conquistas. Obrigado por todos estes anos de muito trabalho em prol da nossa Santa Casa e que venham muitos anos pela frente”, finalizou.

 

 

Além disso, verifique

Macacos fazem juiz determinar cancelamento do show de Marília Mendonça em Birigui

  Evento traria prejuízo aos animais, afirmou magistrado em liminar Apresentação de Marília Mendonça ocorreria …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.