Powered by free wordpress themes

Home / Geral / Crônica – A separação

Powered by free wordpress themes

Crônica – A separação

 

  • Marquinhos Dóres  –                                                  m-dores@uol.com.br

Ela comunicou que queria se separar. Foi clara que não tinha volta. Ele levou o maior susto porque foi pego de surpresa. Mas a gente vai separar por que, perguntou o marido inconformado. – Por acaso você tem outra pessoa? É isso, você tem outra pessoa? Fala, Isabel! E a conversa não tinha mais fim. Vararam a noite repisando o mesmo assunto. O marido perguntando se a esposa tinha outra pessoa e ela desconversando. O sol principiava invadir a madrugada, mas o blá, blá, blá não tinha fim. De repente, num gesto inesperado, o marido foi até a cozinha e de lá voltou munido de uma faca, daquelas grandes que ele usava nos churrasquinhos da família. – Ou você fala porque está querendo a separação ou me mato aqui na sua frente. Isabel ficou branca como uma folha de papel, sentiu o estômago embrulhado e a cabeça girando como num princípio de vertigem. – Guarda essa faca, homem de Deus, guarda que eu falo. O homem foi novamente até a cozinha, jogou a faca na pia e voltou pisando duro. – Vai, fala logo! Um homem não se conforma em separar-se sem ouvir, bem explicadinho, repetidas vezes, que a mulher não gosta mais dele, por que e por causa de quem. – Vamos, Isabel, estou esperando! A mulher andou de um lado para outro do quarto, de cabeça baixa e finalmente falou: – Você pode pensar que eu estou ficando louca, mas eu não suporto falar o seu nome. Eu não gosto do seu nome, nunca gostei, Jeremias! Acho que você não reparou, mas faz mais de ano que eu decidi nem pronunciar mais o seu nome. O marido arregalou os olhos e parecia não acreditar no que estava ouvindo. – Eu acho que você pirou, mesmo… o meu nome foi tirado da Bíblia, mulher!!! Isabel não se importou com os argumentos do marido e prosseguiu: – Mas não é só isso, você fala “menas e seje” e isso me mata de vergonha! E não para por aí, depois de qualquer refeição, seja em casa, na casa de amigos ou em restaurante, você fica palitando os dentes na frente de todo mundo! Eu não aguento mais isso, não aguento! Jeremias ficou com a boca entreaberta, como quem está de queixo caído: – Eu não estou acreditando que você está querendo separar de mim por causa dessas bobagens! Isabel ficou com o olhar fixo no nada, mas parecia convicta da sua decisão: – Está decidido, não tem volta! E se você quer saber a verdade, tem mais uma coisa que eu quero falar, ou melhor, mostrar. A mulher foi até a cômoda, pegou o celular, acessou a galeria de fotos, selecionou uma em especial e mostrou para o marido. KA ENTRE NÓS… Jeremias empalideceu, arregalou os olhos e num sopro de voz disse: – Afemaria… isso não!!!

Além disso, verifique

Filme de hoje no SBT

Deu a Louca nos Bichos (Furry Vengeance – EUA/2010) – Sato – Comédia – Livre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.