Powered by free wordpress themes

Home / Educação / Mitos sobre o consumo de sorvete no inverno

Powered by free wordpress themes

Mitos sobre o consumo de sorvete no inverno

Quem nunca ouviu a frase “tomar sorvete no inverno dá dor de garganta” ou “sorvete engorda”? São mitos que deixam muitos consumidores e apreciadores de sorvete na dúvida. No inverno, então, a intensidade com que essas frases são ditas aumenta. Mas não se preocupe; tome, sim, sorvete no inverno – não faz mal.

Quer um exemplo de que frio e sorvete são amigos? Os países da Europa, onde o inverno é muito mais rigoroso do que no Brasil. Em países como a Suíça, o consumo per capita é de 14,4 litros por ano, enquanto que, no Brasil, é de apenas 4,7 litros por ano – e concentrado no verão.

Por isso, fizemos um pequeno guia para você saborear o seu sorvete neste inverno sem culpa! Acompanhe.

 

Sorvete dá gripe e dor de garganta?

Não há doenças cientificamente associadas ao consumo de sorvete.

 

Sorvete não é saudável?

O sorvete é tão saudável quanto uma maçã, pois contém ingredientes e/ou nutrientes importantes para o organismo. Dentro de uma dieta equilibrada, o sorvete pode ser consumido diariamente. Os bons sorvetes têm cerca de 70% de leite em sua formulação e são ótimas fontes de cálcio. Procure também os sorvetes de frutas 100% naturais – cada fruta tem um nutriente diferente. O de limão, por exemplo, é fonte de vitamina C.

 

Sorvete não é natural?

Alguns, de fato, não são, mas muitos no mercado ostentam o selo “100% natural”. O sorvete, aliás, é um produto alimentício e saudável. Existe uma confusão com natural e industrial. Um não tem, necessariamente, ligação com o outro. A naturalidade ou não do produto está associada aos ingredientes, que podem ser naturais ou artificiais. Os bons sorvetes são preparados a partir de ingredientes naturais simples, como leite, frutas, chocolate e açúcar. Assim, são naturais. Estes ingredientes são misturados em um processo industrial, que pode ser infinitamente mais confiável do que muitos processos artesanais. Por meio de um processo industrial e investimentos em tecnologia é possível eliminar a possibilidade de contaminação microbiológica e obter excelentes condições de higiene. Assim, o fato de ser industrializado não significa que seja artificial, e tampouco o fato de ser artesanal torna um produto natural.

 

Sorvete é mais calórico que uma barra de chocolate ou outros snacks/doces?

Não necessariamente. Para se ter ideia, 3 bolas de um sorvete light de frutas têm a mesma quantidade de calorias que uma barra de cereal; 2 bolas de sorvete de flocos, creme ou tipo napolitano (60g cada) têm a mesma quantidade de cálcio que um copo de leite.

 

Quantas vezes por semana uma criança pode tomar sorvete? A partir de que idade o alimento é recomendado?

A partir de um ano a alimentação de uma criança pode ser igual ao do restante da família, mas com consistência adequada para a idade. O sorvete é um alimento desenvolvido com ingredientes como fruta e leite e pode perfeitamente ser consumido por crianças dentro de uma alimentação equilibrada. A frequência de consumo depende da idade e da alimentação da criança.

 

Sorvete engorda?

O conteúdo calórico de um sorvete é significantemente menor do que as pessoas acham. Sorvete, assim como qualquer outro alimento, deve ser consumido dentro de uma dieta equilibrada. E o conceito “caloria” tem uma conotação, muitas vezes, errada. O organismo é motivado por calorias. Quando não há equilíbrio e ocorre o consumo de mais calorias do que o corpo necessita, há ganho de peso. Assim, incluir o sorvete em uma dieta balanceada é, além de saudável, muito gostoso.

 

Vai um sorvete aí ou está com frio?

 

Além disso, verifique

Unifev discute o papel do educador e às questões de gênero

  A graduação em Letras da UNIFEV promoverá, no próximo dia 25 de outubro, o I Simpósio Dilemas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.