Powered by free wordpress themes

Home / Livre / Votuporanga recebe coordenadora de Políticas para População Negra

Powered by free wordpress themes

Votuporanga recebe coordenadora de Políticas para População Negra

SEMINÁRIO

 Votuporanga discute nesta sexta-feira (6/10) políticas públicas que visem valorizar e fazer valer os direitos da população negra. O 2.º Seminário da Consciência Negra é realizado pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com o Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra (CPDCN), hoje presidido por Benedito Donizete Moreira, conhecido como Mestre Lousado.

O evento é gratuito e começa às 8h no auditório “Nasser Marão”, da ACV (Associação Comercial de Votuporanga). Haverá entrega de certificados. O tema do seminário é “Traçando a rede da diversidade – o racismo e seus efeitos no cotidiano da população”.

O secretário municipal de Direitos Humanos, Emerson Pereira, destaca que a pasta sempre prezou em coordenar e controlar as políticas públicas relativas a etnia, enfatizando o negro. “Sempre realizamos ações. Em 2015, por exemplo, trouxemos para Votuporanga a Coronel Helena dos Santos Reis, primeira mulher, negra, a ocupar a função no CPI-5 (Comando de Policiamento do Interior). Foi a quarta mulher a chegar ao posto mais alto da corporação (coronel). Atualmente é a secretária chefe da Casa Militar do Governo do Estado de São Paulo, motivo de muito orgulho para todos nós”, disse.

Emerson espera que toda a comunidade prestigie o seminário, devido ao relevante gabarito dos palestrantes. Os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Direitos Humanos, que fica na rua Pe Izidoro Cordeiro Paranhos, n.º 3183, centro. O telefone para mais informações é o (17) 3422-2770 ou direitoshumanos@votuporanga.sp.gov.br .

Ministra palestra o secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, deputado federal Floriano Pesaro. Quem também aborda o assunto é a coordenadora de Políticas para População Negra e Indígena, da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, professora Elisa Lucas Rodrigues.

Estarão presentes no evento o prefeito João Dado, o deputado estadual Carlão Pignatari e demais lideranças locais.

Lei 1259/2015

Elisa teve relevante participação na elaboração na Lei 1259/2015, que institui a Pontuação Diferenciada para pretos, pardos e indígenas em concurso público.

“Esta lei foi construída a várias mãos. Participaram entidades como a Educafro, Conselho Estadual da Comunidade Negra, Coordenação de Políticas para População Negra e Indígena e estudantes. Ela inclui pretos, pardos e indígenas no serviço público estadual. Diferentemente das cotas, que normalmente são de 20%, a pontuação diferenciada prevê a inclusão de pretos, pardos e indígenas, de acordo com o percentual dessas pessoas, no Estado de São Paulo. Por exemplo, somos, de acordo com o IBGE, 37% de negros, no Estado de São Paulo. Hoje temos 3,9% de médicos negros no serviço público estadual. De acordo com a Lei 1259/2015 temos que atingir esse percentual de presença de médicos negros. É muito mais inclusiva que as cotas”, explicou Elisa.

Neste ano, ela foi uma das 10 homenageadas com o Troféu Mulher North Shopping 2017, no segmento Política. A edição premiou 10 mulheres, personalidades atuantes, destaque em vários segmentos.

Elisa está ansiosa para participar do seminário. “Quero agradecer a oportunidade e dizer que o Conselho da Comunidade Negra de Votuporanga, assim como a Secretaria de Direitos Humanos, pode contar conosco, para parcerias e trabalhos relativos à população negra. Queremos a participação de Votuporanga na IV Conferência de Políticas de Promoção de Igualdade Racial de 2017”, disse.

 

 

Além disso, verifique

Coluna Social

“Lá no Posto Ipiranga!”   Valmir Dornelas realizou uma palestra na reunião do Rotary Club …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.