Powered by free wordpress themes

Home / Opinião / Quando ajudar atrapalha

Powered by free wordpress themes

Quando ajudar atrapalha

Por Marília Fontes –

No meu primeiro ano da faculdade de Economia, tive aula de Fundamentos de Microeconomia. O curso visava a preparar o aluno para a tonelada de modelos econômicos que estava por vir e, para isso, era preciso uma base sólida de conceitos e princípios.

O primeiro de que me lembro ter aprendido foi o conceito de “custo de oportunidade”. Me recordo dessa aula como se tivesse sido hoje. Dou o crédito ao meu professor Eduardo Andrade, que realmente era daqueles que faziam a diferença.

Para explicar o conceito, ele usou como exemplo o Ronaldo “Fenômeno”. (Gente, lembrem-se de que isso aconteceu há mais de dez anos. Na época, o Fenômeno era muito popular.)

Dizia ele que o Fenômeno poderia ser um excelente profissional se trabalhasse como lavador de carros. Muito provavelmente ele seria um melhor lavador do que o seu Zé do seu prédio, que lava o seu possante nos fins de semana.

Ronaldo poderia ser mais rápido e detalhista, acabando por se tornar o melhor lavador de carros do Brasil.

Mas isso faria sentido para ele?

Como melhor lavador de carros do Brasil, imaginando que cobrasse 100 reais por lavagem (que é quanto se cobra aqui no prédio em que trabalho — e eu acho um absurdo!), lavando oito carros por dia, ele poderia terminar o mês com um salário de 16.800 reais.

Além disso, verifique

Votuporanga – celeiro de grandes homens

Encarnação Manzano (foto Diário de Votuporanga) Por Ivan Jordão – Ainda com a inspiração que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.