Powered by free wordpress themes

Home / Política / João Paulo Rilo visita redação do Diário de Votuporanga

Powered by free wordpress themes

João Paulo Rilo visita redação do Diário de Votuporanga

Deputado Estadual João Paulo Rilo e Jura na porta do Diário de Votuporanga
* Danilo Liévana de Camargo-
O deputado estadual João Paulo Rilo (PT) esteve na manhã de ontem na redação deste Jornal acompanhado do militante petista Jurandir Benedito da Silva, o “Jura”, além da presidente do Partido dos Trabalhadores de Votuporanga, Rosa Maria Chiqueto.
O parlamentar que é de Rio Preto, passou a sexta-feira em Votuporanga e em algumas cidades da região cumprindo uma agenda com projetos variados nas áreas de Educação e Direitos Humanos.
Ele conta que a sua área de origem é a Educação. “Como deputado fiquei seis anos na comissão de Educação e Cultura; além de presidir a pasta na Assembleia Legislativa do Estado, e neste ano de 2017 fui para a pasta dos Direitos Humanos. Ali, propus uma Comissão de Direitos Humanos em Educação para trabalhar nas escolas.”
João Paulo conta que várias escolas de Votuporanga e algumas da região estão com visitas agendadas para provocar debates entre alunos do Ensino Médio, com o tema, Direitos Humanos e Educação. A intenção é divulgar o tema que o deputado defende atualmente na assembleia. “Aqui em Votuporanga o Jura realiza os contados com as instituições de ensino; na verdade será uma visita oficial da Assembleia Legislativa a cada escola”.
Rilo conta que alunos, professores e até pais de alunos participam dos debates, e exemplifica que recentemente realizou um numa escola de Auriflama. Ele conta que se impressionou que os temas mais complexos e polêmicos não foram abordados por ele e sim pelos próprios estudantes.
Indagado que atualmente a discussão sobre os Direitos Humanos passa por um momento de descrédito no Brasil, Rilo explica: “Os direitos humanos foram muito estigmatizados e fica a impressão que só funciona para presidiários. Existe direito à habitação, à saúde, educação, que são direitos básicos e naturais das pessoas. Temos que acabar com este estigma”, afirma.
Reforma Trabalhista
Ele foi enfático em afirmar que a Reforma Trabalhista, que entra em vigor oficialmente hoje, é uma tragédia. “Um retrocesso muito grande, uma mentira; eles alegam que essa flexibilização, o desmonte da CLT para desburocratizar as relações de trabalho e aumentar emprego, ao contrário, é para precarizar e aumentar o lucro. Não passa de uma agenda do sistema financeiro, assim como da previdência; inventa-se déficits calculáveis e que ninguém sabe a verdade sobre eles, serve para aumentar o tempo de contribuição, diminuir direitos, para acabar com o bem estar social. Estamos vivendo um momento de diminuição do Estado e aumento do mercado”.
A Reforma Trabalhista foi uma grande derrota para o PT? Rilo afirma que não! “Foi uma derrota para a classe trabalhadora brasileira e um retrocesso. O que demoramos 60 anos para avançar em meses regrediu tudo”.
E quanto às empresas que sofrem com uma CLT antiquada que esmaga e extorque o pequeno, médio e grande empreendedor? “Quem mais gera emprego no Brasil são as pequenas e médias empresas. O Brasil tinha que ter uma nova base de calculo para o imposto de renda, cobrar mais de quem tem mais, taxar as grandes fortunas e heranças, cobrar quem deve para a previdência pública, cobrar as listas dos grandes devedores, os bancos devem muito. O nosso Partido briga por justiça social, pelo pequeno que produz, quem mais geram empregos são as micros e médias empresas”.
LULA
O ideal do PT se findou com a ganância do ex-presidente Lula. E agora como fica agora o Partido? “Nós fizemos infinitos acertos com o Governo Federal, excessos de conciliações com quem não deveria, com os meios de comunicações, com os bancos. Aconteceram muitos erros no meio do caminho. Nós não propusemos uma reforma política para nos livrar do financiamento privado que é o que contamina as relações público/privadas. A origem de quase todos os esquemas de corrupção foram os financiamentos privados de campanha. Então nós cometemos algumas falhas e a mais grave delas, eu acho, foi que o PT cumpriu um importante trabalho de politização da sociedade e quando foi pro governo deixou de cumprir. Talvez o Lula tenha se iludido com parte da política financeira.
O Lula sai candidato à presidência da República em 2018? “Ele vai ser condenado porque está no script da Operação Lava Jato condená-lo, ela tem este propósito, deixar ele inelegível, só que é uma acusação muito frágil que tenha, e ele na minha opinião terá força política porque vai ter direito a recursos, como todos condenados em segunda instância, por meio de uma liminar e ser candidato. Candidato com expressão nacional somente o Lula.”
O candidato para o governo de São Paulo para Rilo é o Carlos Haddad. “Esse é tem meu apoio, garante Rilo.

Conheça o deputado
João Paulo Rilo tem 40 anos e reside em São José do Rio Preto, cumpre seu segundo mandato como deputado estadual; já foi candidato a prefeito daquela cidade em três pleitos, sem êxito, mas conta que na ultima eleição perdeu por uma diferença de apenas 1%, “Batemos na trave em 2008”, confessa.
Ele já foi vereador em Rio Preto em rio Preto de 2005 a 2008. “Comecei minha vida política com 16 anos como líder estudantil, com 17 fui presidente da UNE e aos 18 já era presidente do PT, fui eleito vereador com 26 e deputado com 32 anos”.
Formado em Direito, nunca exerceu a profissão. “Fui ator e diretor de teatro, fui dirigido pelo Eduardo Catanozi, que foi diretor da Unifev e agora está no Instituto Federal”, explica. “O teatro me abriu para a vida, conheci dramaturgos importantes, o teatro te força a estudar.”
Indagado se pretende se candidatar a prefeito nas próximas eleições de Rio Preto, ele se esquiva e diz que está centrado no atual mandato. “Nós amadurecemos numa forma de atuação legislativa, principalmente por essa crise política que a gente vive, eu estou colocando meu mandato na rua, estou conversando muito com as pessoas e aproveito o espaço que a imprensa tradicional me oferece para combater essa criminalização da política. A política precisa ser melhorada e não extinta como alguns desejam”.
Considerações finais
“O nosso mandato luta muito pelo desenvolvimento regional, o Estado tem que centralizar as prefeituras que se encontram com os ´pires´ nas mãos, todas estão com problemas financeiros. O Estado precisa induzir a procurar alternativas entre os munícipios. Esta é uma das marcas do nosso mandato, além da fiscalização. Eu fui o deputado que mais fez parceria com o Ministério Público pra investigar esquemas de corrupção do governo do Estado, São mais de 40 representações. Cumpro o papel sagrado de fiscalizar o poder, além de representar e dar voz as pessoas.”
EMENDAS
João Paulo Rilo na visita de ontem que fez em Votuporanga confirmou uma indicação de recursos ao Lar São Vicente de Paulo de R$400 mil e oficializou a instalação de uma Creche no bairro Boa Vista II, região onde residem aproximadamente 1200 pessoas. Para este projeto ele pleiteia um recurso de R$350 mil, entretanto confessa que o terreno para a Creche, ainda precisa ser negociado com a prefeitura.
Em Jales, Rillo defende investimentos na Saúde

O deputado João Paulo Rillo esteve em Jales, neste sábado, dia 11, para encontro com professores, no Centro Pastoral, e reunião no Lar São Vicente de Paula, entidade para a qual o deputado conseguiu garantir R$ 30 mil, em 2012, utilizados para reformar e adequar o refeitório, e, em 2015, liberar mais R$ 40 mil, para aquisição de veículo, ainda em tramitação.
O parlamentar é autor de três propostas ao Orçamento de 2018 para a Saúde de Jales, totalizando R$ 1,5 milhões, dos quais R$ 1,3 milhões são para custeio, reforma e aquisição para a Santa Casa do município e, o restante, para aquisição de veículos para transporte de pacientes.
Na sexta-feira, dia 10, Rillo participou de reuniões de trabalho e encontros com lideranças regionais e prefeitos, além de Votuporanga, Américo de Campos, Cosmorama, Alvares Florence e Cardoso. Os investimentos e a geração de emprego foram os principais temas da agenda de Rillo na região noroeste.

Além disso, verifique

Retrocesso para São Paulo

Por João Paulo Rillo – A lei que regula a ação das empresas de proteção …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.