Powered by free wordpress themes

Home / Política / Atitude Terceiro-mundista.

Powered by free wordpress themes

Atitude Terceiro-mundista.

* João Fidélis –

 

Em uma sociedade pluralista a observância às regras de boa convivência é essencial para a harmonia e a paz entre as pessoas. Por isto defendo os meios de comunicação que divulgam as injustiças cometidas contra as minorias e os desprotegidos socioeconomicamente. Se a grande mídia se deixar conduzir pelos extremistas e ortodoxos de plantão, compactuando com este discurso, a população pode se sentir no direito de perseguir todos os que a “incomodam” sem observar as leis e a constituição.

Aqueles que se fecham em caracol, movidos pela inflexibilidade dogmática, acreditando que esta postura é a correta diante dos mistérios do universo, tendem a não aceitar os avanços da modernidade. Quem aspira um pouco de sapiência deve ter a mente aberta para os argumentos contrários. A sabedoria não depende exclusivamente da cultura pessoal. Há por exemplo pessoas simples e iletradas que possuem uma postura e um equilíbrio invejáveis e, às vezes nos surpreendem com seus conhecimentos sobre a vida.

Os romanos diziam “in médio consist virtus”, a virtude está no meio termo. Dessa forma devemos fugir de posições preconceituosas, arraigadas e irremovíveis.

Quem se arvora como dono da verdade citando dogmas que lhes foram impostos pelos profetas mitológicos do passado, corre o risco de viver em permanente alienação. Alexis Carol, cientista e brilhante escritor afirmava: “Em fait, notre ignorance est três grande”. O homem é um ser em percurso , que está sempre aprendendo mais e pior que a ignorância é a presunção. O ideal é ter sempre uma abertura para a dúvida, pois como nos aconselhava o grande Horácio: “Nec scire fas est omnia”, ninguém sabe tudo.

Estes protestos contra a vinda da filósofa norte-americana Judith Butler são indevidos e inapropriados. Mesmo quem não concorde com suas posições em relação à ideologia de gênero deveria ouvi-la para depois defender suas posições. A história está repleta de exemplos de pessoas que foram discriminadas e punidas por seus pontos de vistas, que mais tarde se comprovaram verdadeiros.

“Alguns movimentos convocaram o ato contra a presença da filósofa devido às ideias de Butler a respeito do feminismo e identidade de gênero. Um boneco retratava a professora como uma bruxa de sutiã a mostra foi queimado ao fim do ato. Cartazes e faixas falavam sobre temas diversos, a maior parte condenando o que os participantes chamam de “ideologia de gênero”, mas também havia frases com pedidos de intervenção militar e atacando figuras como os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso” (Agencia Brasil).

Que atitude terceiro mundista !!!.

jofideli@gmail.com

Além disso, verifique

Retrocesso para São Paulo

Por João Paulo Rillo – A lei que regula a ação das empresas de proteção …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.