Powered by free wordpress themes

Home / Saúde / Votuporanga possui mais de 2,7 mil diabéticos

Powered by free wordpress themes

Votuporanga possui mais de 2,7 mil diabéticos

Secretaria desenvolve ações nas unidades municipais de saúde nesta semana para marcar o Dia Mundial de combate à doença, celebrado hoje

Nesta terça-feira, comemora-se o Dia Mundial do Diabetes. Para marcar a data, a Secretaria da Saúde de Votuporanga organiza uma semana especial com intervenções nas unidades municipais de saúde. Até a próxima sexta-feira (17/11), das 7h às 17h, as equipes realizarão grupos de atividades físicas, práticas corporais, orientações nutricionais, testes de glicemia e orientações gerais para a prevenção do controle e tratamento do diabetes.

Atualmente, Votuporanga possui 2.763 pessoas portadoras da doença crônica.

Tipos

O diabetes mellitus é uma síndrome metabólica decorrente da falta de insulina e da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos. A insulina é produzida pelo pâncreas e responsável pela manutenção do metabolismo da glicose e a falta desse hormônio provoca déficit na metabolização da glicose, e consequentemente, diabetes. A doença é caracterizada por altas taxas de açúcar no sangue de forma permanente.

Tipo 1: causada pela destruição das células produtoras de insulina, em decorrência de defeito do sistema imunológico em que os anticorpos atacam as células que produzem insulina. Ocorre em 5 a 10% dos diabéticos. Os sintomas são vontade de urinar diversas vezes, fome e sede frequentes, perda de peso, fraqueza, fadiga, nervosismo, mudanças de humor, náusea e vômito.

Tipo 2: resulta da resistência à insulina e de deficiência na secreção da insulina. Ocorre em cerca de 90% dos diabéticos. Entre os principais sintomas estão  as infecções frequentes, visão embaçada, dificuldade na cicatrização de feridas, formigamento nos pés, furúnculos.

Diabetes gestacional: é a diminuição da intolerância à glicose diagnosticada pela primeira vez na gestação, podendo ou não persistir após o parto. Sua causa exata ainda não é conhecida.

– Outros tipos são decorrentes de defeitos genéticos associados com outras doenças ou com o uso de medicamentos. Podem ser defeitos genéticos da função da célula beta; defeitos genéticos na ação da insulina; doenças do pâncreas exócrino (pancreatite, neoplasia, hemocromatose, fibrose cística, etc); induzidos por por drogas ou produtos químicos (diuréticos, corticoides, betabloqueadores, contraceptivos, etc).

Tratamento

O tratamento correto do diabetes baseia-se manter uma vida saudável, evitando complicações que surgem em consequência do mau controle da glicemia. O prolongamento das altas taxas de açúcar no sangue (hiperglicemia) pode causar sérios danos à saúde, como alterações nos vasos sanguíneos dos rins, lesões na retina ocular, infartos, acidentes vasculares, dentre outros.

Prevenção e Controle

Pacientes com histórico familiar de diabetes devem manter o peso normal, não fumar, controlar a pressão arterial, evitar medicamentos que potencialmente possam agredir o pâncreas, praticar atividade física regular, manter alimentação saudável, utilizar medicação prescrita pelo médico, manter um bom controle da glicemia.

 

Além disso, verifique

Unifev e Santa Casa abrem inscrições para Residência

Estão abertas as inscrições para o Programa de Residência Médica (PRM) da Santa Casa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.