Powered by free wordpress themes

Home / Geral / MARAVILHAS DO INTERIOR:- Barra Bonita

Powered by free wordpress themes

MARAVILHAS DO INTERIOR:- Barra Bonita

 

O turismo na cidade de Barra Bonita gira em torno dos passeios de barco, na avenida, de onde saem os barcos para os passeios, é onde os turistas se encontram, e onde os moradores da cidade aproveitam para faturar. Tem feira de artesanato, mini shopping, passeio de trenzinho pela cidade, e muitas lanchonetes e restaurantes.

 

Apesar da pequena população, foi considerada em 2014, uma das 10 melhores cidades para se viver no estado de São Paulo. É muito conhecida por ser uma cidade turística da região paulistana.

Os habitantes se chamam barra-bonitenses. O município se estende por 149,9 km² e contava com 35 256 habitantes no último censo. Apesar da pequena população, foi considerada em 2014, uma das 10 melhores cidades para se viver no estado de São Paulo. É muito conhecida por ser uma cidade turística da região paulistana.

Vizinho dos municípios de Igaraçu do Tietê, Mineiros do Tietê e Santa Maria da Serra, Barra Bonita se situa a 23 km a Sul-Leste de Jaú a maior cidade nos arredores.

 

História

Por volta de 1883 ou 1886, Barra Bonita recebeu tal denominação, por estar situada às margens do rio Tietê que encontrava-se com as águas do córrego formando uma barra bonita.

A região foi explorada desde os bandeirantes na época que desciam o rio Tietê, em direção ao oeste, mas a colonização efetiva somente teve início entre os anos de 1883 e 1886, quando o Coronel José de Salles Leme, procedeu o desmatamento para cultivo de café e criação de gado, introduzindo grande número de imigrantes italianos.

Salles Leme, em sociedade com o major João Batista Pompeu, abriu uma casa comercial e, auxiliados por Salvador de Toledo Pizza e Ezequiel Otero, entre outros, promoveram a formação do povoado, junto à barra do córrego afluente do Tietê, de grande beleza, posteriormente denominado Córrego Barra Bonita, originando, também, o nome do povoado.

A travessia do rio, entretanto, era difícil, de forma tal que o aglomerado surgido na margem oposta somente pode ser integrado a Barra Bonita, em 1915, quando Manuel Ferraz de Campos Salles, proprietário de terras no local e então Presidente da República, construiu a ponte ligando as duas partes.

Imagem bb2 (entrada da eclusa)

A ponte Campos Sales foi inaugurada em 5 de março de 1915, construída pelo ex-presidente Manuel Ferraz de Campos Sales. Considerada uma obra de grande modernidade para a época, devido ao alçapão por onde permitia-se a passagem de embarcações, como o famoso “Vaporzinho”, Visconde de Itu que transportava a produção cafeeira de toda região.

Apesar da Estrada de Ferro Barra Bonita ter entrado em atividade na década de 1920, o desenvolvimento do Município (criado em 1906) somente ocorreu vinte anos depois, com novos loteamentos, melhoramentos públicos, instalação de pequenas indústrias e cultura da cana-de-açúcar que possibilitou uma grande demanda de mão de obra.

 

 

Para quem quer conhecer mais sobre o mais importante rio do nosso Estado, a dica é o Memorial do Tietê. Instalado no centro da cidade, o acervo reúne fotos, livros, maquetes, peças de embarcações e outros itens que contam um pouco da história do rio e das populações ribeirinhas. Há também peixes e bichos embalsamados.

Se você quer informações sobre a cidade, vá ao Museu Histórico Luiz Saffi. Antes, o prédio cor de rosa abriga a estação ferroviária. Ali você poderá conferir a história da cidade por meio de fotos, documentos e objetos.

 

Além disso, verifique

Sutaco realiza capacitação para artesãos da região em Rio Preto

Evento será na próxima quinta (16/08), das 14h às 17h, e será aberto a todos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.