Powered by free wordpress themes

Home / Opinião / CRÔNICA ANTOLÓGICA

Powered by free wordpress themes

CRÔNICA ANTOLÓGICA

Luis Fernando Budin Miceli –

Magnificente é sinônimo de pujante. Votuporanga é tudo isso e muito mais. Sua qualidade de vida é reconhecida nacionalmente e, seu franco e pleno desenvolvimento é fruto de uma trajetória experimentada com a participação decisiva de sua gente. Os pioneiros que se aventuraram e desbravaram estas plagas, foram pessoas destemidas, que enfrentaram o improvável e rústico sertão, vislumbrando um dia assistir o que ela representa hoje no cenário nacional. A mescla de nacionalidades que colonizaram nossa cidade, destacou-se sobremaneira a colônia japonesa, composta por suas famílias aguerridas que ficaram pé por aqui. Abê, Anzai, Ito, Kitamura, Nakabashi, Ota, Okimoto, Sato, Watanabe e muitas outras,  foram fundamentais para o múltiplo desenvolvimento local.

Tempos difíceis … tudo era sacrificante! No lançamento da pedra fundamental e fundação da cidade, que se deu na praça Dr. Fernando Costa, nos idos anos de 1937, lá chegava oriundo de sua fazenda na Vila Carvalho outro desbravador, meu avó  João Baptista Budin, no lombo de seu cavalo; na garupa, uma menina de 4 anos agarrava fortemente sua cintura; era e é minha querida e estimada mãe Aparecida Budin Miceli. Muitas famílias tradicionais cinquentenárias, foram decisivas nesta trajetória expansionista: Belonni, Barbieri, Budin, Barbosa Lima, Calile, Cavalin, Camargo, Comar, Costa, Corrêa, Cordeiro, DeHaro, Davanço, Eleutério,F abiano, Facchini, Ferrari, Ferreira, Galera, Gorayb, Habimorad, Jabur, Leite, Lacerda, Lupo, Nabuco, Naime, Marão, Mastrocola, Miceli, Miguel, Gorga, Matos, Oliveira, Pignatari, Poiani, Pozzobon, Ramos, Sarkis, Sasso, Viscari e por ai vai uma gama de nomes.

A ascensão foi meteórica, “Votu” se transformava em uma cidade acolhedora e alegre, com seus carnavais divertidos, com destaque os Blocos das Lavadeiras, Bethoven, Escola de Samba Mulata Dengosa e suas figuras emblemáticas e folclóricas, Léo Comar, com seu saco de confetes, André Porcão e Melão Barbieri, com suas divertidas e bem humoradas fantasias. A cidade, contava ainda com atrações imperdíveis nos finais de semana, com destaque os bailes homéricos embalados pela Banda de Ditinho Cordeiro, a festejada Ditinho e sua Orquestra. Exímio músico com seu inseparável saxofone e suas improvisações desconcertantes; sempre na companhia de seu fiel aluno e discípulo, o talentoso Tesourinha. O ritmo era propício para a dança de rosto coladinho. Romantismo que despertava paixões e que não existe mais.

Uma típica cidade interiorana, tinha uma rica manifestação cultural folclórica, como as apresentações de Danças de Catira na concha acústica, as Folias de Reis, que se davam nos meses de janeiro, com suas visitas alegres nas casas das  beatas fervorosas e que, infelizmente, se perderam. Daqui houve filhos ilustres que nos enchem de orgulho, como Fernando De Amo, pintor de primeira grandeza, participante de Bienais e outras mostras internacionais importantes; Mauro Marzoqui, cientista pesquisador; Mauro Sanches, Engenheiro Aeroespacial e Mauricio Brandão, catedrático do ITA, entre outros grandes cérebros.

A distância temporal entre o ontem e o hoje foi um piscar de olhos e, tão logo vizinha-se seus  81 anos de existência, o que se pode verificar é uma cidade planejada, com vistas para o horizonte, com um potencial industrial, educacional, comercial e turístico invejável. Tudo isto, se deu através de gestões políticas agressivas e desenvolvimentistas e que teve destaque e  repercussão nacional, através das maciças divulgações e interferências  decisivas dos não menos saudosos o dinâmico  Jornalista Nelson Camargo, dando-se à ele prosseguimento , à posteriori, nossos eternos e estimados Dimas e Cláudia e agora, Danilo e Dirceu Camargo no comando das Empresas de Comunicação.

Luiz Fernando Budin Miceli é filho de Votuporanga e advogado em Araraquara.

 

 

Além disso, verifique

Vilmar pede a revitalização do antigo Mercadão

Na última sessão ordinária, realizada nesta segunda-feira, dia 13, o vereador Vilmar da Farmácia encaminhou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.