Powered by free wordpress themes

Home / Geral / Isis Valverde fala sobre parto humanizado

Powered by free wordpress themes

Isis Valverde fala sobre parto humanizado

Atriz está no sexto mês de gestação

Ao posar para a capa de uma revista, Isis Valverde – grávida de seis meses de seu primeiro filho – contou que está tendo encontros com uma doula. Isso porque a atriz mineira, de 31 anos, quer um parto natural humanizado.

“O natural é mais saudável tanto para o bebê quanto para a mãe. Tenho amigas que marcaram a cesárea assim que descobriram a gravidez, e eu não julgo. Cada mãe precisa encontrar seu caminho e respeitar seus limites no parto, na amamentação e na educação”.

A amamentação foi outro tema abordado.

“Sei que os primeiros 20 dias são importantes porque é o período em que você transmite os principais nutrientes para o bebê e ajuda a construir a imunidade. Mas tem quem sofra com o peito rachado e sinta dor. Foi assim com a minha mãe. Tenho uma amiga que, por pressão, continuou amamentando, mas saía sangue. Qual a vantagem de você forçar alguém a amamentar com pus e sangue? Sou contra ultrapassar os limites do corpo”.

Isis contou ainda que seus hábitos alimentares mudaram e sua vontade de comer carne cresceu durante a gestação.

“Acho que o corpo pede porque tem ferro. Aliás, o bebê quer umas coisas bem estranhas. Eu passei muitos anos sem comer carne e, de repente, me vi devorando um prato de moela como se fosse um lobo. Nunca fui de comer arroz com feijão, batata frita e bife, mas tive esse momento. Depois de 22 semanas, só ficou a vontade de chocolate. Meu médico diz que é uma tentativa de compensar o cansaço que ocorre na gravidez, mas precisei me controlar para não comer todo dia e desenvolver um problema de saúde”.

A atriz destacou que gostaria que as mudanças no corpo fossem mais visíveis.

“Eu queria que a barriga já estivesse maior. Entro na fila preferencial e as pessoas duvidam de mim, ficam me olhando como se eu estivesse mentindo”.

Além disso, verifique

Veículo elétrico desafia lucro de montadoras

‘Mobilidade limpa é como comida orgânica é mais cara’, disse presidente da Peugeot PARIS – …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.