Powered by free wordpress themes

Home / Polícia / Polícia já tem provas dos assassinos de Ivanildo

Powered by free wordpress themes

Polícia já tem provas dos assassinos de Ivanildo

Investigadores da DIG (Delegacia de Investigação Geral) de Fernandópolis já analisam material genético e impressões digitais de pelo menos quatro pessoas suspeitas no envolvimento da morte do comerciante Evanildo Luis Pagliuso, 53 anos, morto dentro de sua residência com diversas perfurações de faca e sinais de paulada no dia 13 de julho de 2018.

A Polícia trabalha na identificação das pessoas que torturaram até a morte o comerciante, que possivelmente estava com grande volume em dinheiro. O caso ainda segue sem maiores informações e o fato do recolhimento dos materiais genéticos e impressões digitais são um grande passo para chegar aos criminosos.

Relembre o caso

Evanildo Luis Pagliuso, 53 anos, mais conhecido como “Alemão”, foi morto dentro da própria casa numa sexta-feira, dia 13 de julho, quando estava se preparando para realizar compras no Paraguai. Ele recebeu uma paulada na cabeça quando saia do banheiro e foi perfurado mais de 30 vezes por um objeto pontiagudo, possivelmente de uma faca.

Após o assassinato, o corpo foi colocado em cima da cama e os bandidos atearam fogo em outro cômodo da casa com objetivo de incendiar totalmente o local e dificultar o colhimento de provas. Além da morte de Alemão, a camionete S10 usada pela vitima foi retirada do local e levada a um canavial próximo a antiga Fazenda dos ingleses e também incendiada. O crime chocou moradores de Fernandópolis.

Além disso, verifique

Foragido da Justiça é preso em Fernandópolis

Um procurado pela Justiça de São Carlos, identificado pelas iniciais A.C. foi recapturado pela Polícia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.