Powered by free wordpress themes

Home / Destaque / Audiência Pública de Saneamento acontece nesta quinta-feira

Powered by free wordpress themes

Audiência Pública de Saneamento acontece nesta quinta-feira

Encontro busca o Planejamento do Saneamento Básico de Votuporanga até 2030.

Nesta quinta-feira, às 19h, a Prefeitura e a Saev Ambiental realizam a 1ª Audiência Pública para Revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico de Votuporanga na Sede da Searvo – Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Votuporanga. O evento é aberto à população.  A Searvo fica na Rua Bahia, 2270, Jardim Progresso.

Aprovada em 2012, a Lei 5167/12, instituiu o PMSB, porém são indicadas revisões a cada período de gestão municipal. Desde 2017, uma equipe da Saev Ambiental e das Secretarias de Planejamento e de Saúde trabalham nesta verificação.

O Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) é um instrumento exigido pela Lei Federal 11.445/07, que regulamenta para todo o país o setor de saneamento, conforme as quatro divisões: abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais urbanas.

Através da Revisão do Plano, serão pesquisadas e fornecidas novas diretrizes para viabilização de intervenções de melhoria na infraestrutura de saneamento, além de definir programas de investimentos, orientar a busca e obtenção de recursos financeiros e estabelecer cronogramas e metas de forma organizada para a condução da Política Municipal, além de apontar ações e metas.

Serão realizadas várias audiências, como por exemplo, na Câmara Municipal e no Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente – Condema. “O primeiro local escolhido foi a Searvo. O evento estará aberto a toda comunidade, mas a opção pela Associação foi devido ao fato de que é o local de encontro dos profissionais da área técnica”, explica o Superintendente da Autarquia, Waldecy Bortoloti.

 

 

Além disso, verifique

Acidente ferroviário trava linhas férreas na região

  24 vagões descarrilaram e espalharam 2 mil e 400 toneladas de milho pelo chão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.