Powered by free wordpress themes

Home / Destaque / Vereador Meidão quer a criação de uma Farmácia Escola

Powered by free wordpress themes

Vereador Meidão quer a criação de uma Farmácia Escola

Na noite da última segunda-feira (08), durante a 36ª Sessão Ordinária da Câmara de Votuporanga, o vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso, utilizou a tribuna para solicitar que uma parceria entre Prefeitura e Unifev, possibilite a manipulação e distribuição gratuita de medicamentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Na última semana, Meidão esteve reunido com o novo presidente da Fundação Educacional de Votuporanga, Celso Penha Vasconcelos para discutir essa proposta.

De acordo com o vereador, considerando o alto custo de alguns medicamentos, especialmente aqueles de consumo diário, que por diversas vezes faltam para as pessoas que mais necessitam, o que pode ser suprido com a implantação deste projeto no munícipio.

A indicação do vereador solicita ao Poder Executivo, à Fundação Educacional de Votuporanga, mantenedora do Centro Universitário de Votuporanga, para que juntamente com Prefeituras da Região seja firmado convênio visando a manipulação e distribuição gratuita de medicamentos fabricados pela UNIFEV, com destinação aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), através da criação de uma Farmácia Escola.

A solicitação cita ainda que em 2003 já houve manifestação da referida instituição de ensino para criação da Farmácia Escola, havendo assim uma grande oportunidade para os alunos do curso superior de Farmácia vivenciem na para prática as atividades aprendidas na teoria, bem como seriam agregados valores significativos ao curso perante as avaliações do Ministério da Educação (MEC).

 

Meidão comenta ainda que na cidade de Cruzeiro (SP), existe uma Farmácia Municipal de Manipulação, que é responsável pela fabricação de vários medicamentos e poderia servir de modelo para que a iniciativa seja implantada também em Votuporanga.

Além disso, verifique

Acidente ferroviário trava linhas férreas na região

  24 vagões descarrilaram e espalharam 2 mil e 400 toneladas de milho pelo chão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.