Powered by free wordpress themes

Home / Destaque / Doria privatiza Aeroporto “Domingos Pignatari”

Powered by free wordpress themes

Doria privatiza Aeroporto “Domingos Pignatari”

O governador de São Paulo (SP) João Doria (PSDB) anunciou a privatização de 20 aeroportos do interior do Estado, incluindo o de Votuporanga, São José do Rio Preto, Barretos e Araçatuba.

O aeroporto de Votuporanga é um dos que o governo do estado pretende conceder à iniciativa privada. Em 2018, mais de 2 mil pousos e decolagens foram feitos. A maioria de voos executivos.

Já o terminal de embarque de São José do Rio Preto, o maior deles, foi inaugurado em 1959. As instalações passaram por obras e ampliação entregues em 2017. No ano passado, de janeiro a novembro mais de 700 mil passageiros embarcaram, segundo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP).

Outro aeroporto que também está na concessão é o de Araçatuba. No ano de 2018, foi registrado um aumento de 5% no fluxo dos passageiros.

BARRETOS
Em visita nesta quarta-feira (9) a Barretos, o tucano confirmou estudos para a inclusão do Aeroporto Municipal Chafei Amsei, na cidade, no Programa Estadual de Privatização do Estado de São Paulo.

De acordo com a administração estadual, os projetos serão desenvolvidos pela Agência Reguladora de Transportes (Artesp) e pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) a partir de estudos de viabilidade técnica e econômica.

O aeroporto de Barretos foi administrado pelo Daesp de 1978 até 2012, mas desde então concedeu sua gestão à prefeitura, que ficou responsável por sua administração e manutenção. Atualmente, ele atende principalmente demandas da área de saúde – especialmente pacientes que buscam tratamento – e o turismo impulsionado pela Festa do Peão.

“Teremos uma reunião com todos os presidentes das companhias aéreas brasileiras e o presidente da Anac para planejar esse programa, que será desenvolvido em quatro anos. Não é um fato instantâneo e faremos com planejamento”, declarou João Doria.

O Estado de São Paulo possui uma rede composta por 26 aeroportos administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp). Estes aeroportos, que têm foco na aviação regular (comercial) e aviação geral (executiva/táxi aéreo).

Os maiores estão localizados nas cidades de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Presidente Prudente. Somente em novembro do ano passado, juntos eles receberam mais de 152 mil passageiros.

Cidades que terão aeroportos privatizados: Andradina, Araçatuba, Araraquara, Assis, Avaré/Arandu, Bauru/Arealva, Dracena, Franca, Marília, Penápolis, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Manuel, Sorocaba, Tupã e Votuporanga.

Além disso, verifique

Distância entre mais ricos e pobres aumentou em 2018, aponta ONG

Relatório da Oxfam mostra que a fortuna dos bilionários do mundo cresceu 12%, ou US$ …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.