Powered by free wordpress themes

Home / Cidades / Coluna do Turismo Paulista

Powered by free wordpress themes

Coluna do Turismo Paulista

MIRA ESTRELA – Na microrregião de Fernandópolis, a cidade de Mira Estrela é repleta de muito verde e banhada por águas azuis que convidam turistas de todas as partes.

A cidade nasceu do nada. Mas povoada por gente de muita garra tornou um município com excelente qualidade de vida.

Devido à sua localização na ponta noroeste do Estado a maioria dos visitantes é da própria região.

Contudo, a cidade está por merecer receber maior apoio financeiro do Estado para melhor aproveitar os seus atrativos naturais, eis que se trata de um município repleto de belezas naturais invejáveis.

Afinal, é nessa hora que o verdadeiro Fomento do Estado se faz necessário. Visite Mira Estrela.

 

VALE HISTÓRICO PAULISTA

 

É o Vale Histórico de Monteiro Lobato, de Miguel Pereira, do incomparável Malba Tahan.

É por onde o nosso café era levado por legendários tropeiros, os quais aproveitavam o antigo caminho do ouro para a exportação através do porto na enseada de Angra dos Reis.

Além de Queluz, a última cidade no oeste do Estado, nós temos as cidades de Arapeí, Bananal, Areias, Silveiras e São José do Barreiro.

Elas sobreviveram às crises do café, à Revolução de 1932 onde se travaram muitas batalhas, e até sobreviveu quando ficou sem todo o tráfego entre Rio e São Paulo com a inauguração da rodovia Dutra.

Sobreviveu até ao descaso e esquecimento oficial em várias épocas.

Na região, onde está o Parque Nacional da Serra da Bocaina, um lugar deslumbrante, eram as terras do casal D’Eu. Lembrando que a Condessa D’Eu era nada menos do que a nossa Princesa Isabel que ali se hospedava.

Várias outras propriedades históricas ainda ali estão a valorizar uma das regiões turísticas mais interessantes do Estado. 1Vsite a região.

 

TRÊS FRONTEIRAS

 

 

Pertencente ao Circuito Turístico Espelho D’Água, a cidade de Três Fronteiras oferece a maior área de lazer da sua região, e banhada por muita água doce.

Os quiosques e as churrasqueiras do lugar são atrativos agradáveis para o grande público que para ali se desloca.

A cidade também se preocupa em oferecer uma agenda atuante durante todo o ano, registrando ainda o seu potencial para a pesca e para os demais esportes náuticos.

A prefeitura administra o Parque Ecoturístico de Areia Branca. Tem até uma Colônia de Férias da OAB, uma referência estadual para a classe.

 

ÍCONE PARA SUA CIDADE

 

 

Muita lição de casa tem de ser feita por cidades com pretensões em angariar o dinheiro que normalmente é gasto por turistas.

Embora seja muito fácil cruzar os braços e esperar o dinheiro cair do céu, o fato é que dessa maneira ele nunca aparece.

Entre as coisas que devem ser feitas, uma das primeiras é identificar-se para ser, por outras pessoas, identificada. É muito importante, pois, que a cidade descubra qual o seu ícone ou o seu emblema turístico.

Tem de ser algo que chame a atenção das pessoas, ao mesmo tempo em que procure transmitir o seu fiel autorretrato.

Isso é tarefa e deliberação dos Conselhos Municipais de Turismo.

E é uma oportunidade para se fazer uma grande consulta entre a população, até porque, com isso, estarão envolvendo-a e ajudando na tão necessária conscientização da população.

É hora da lição de casa.

Texto de: Jarbas Favoretto

 

Além disso, verifique

Implantação da coleta seletiva completa um ano

VALENTIM  – A implantação da Coleta Seletiva e do Ecotudo resolveram um problema antigo do aterro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.