Powered by free wordpress themes

Home / Saúde / Butantan doará vacinas para a Venezuela

Powered by free wordpress themes

Instituto também irá disponibilizar para doação 1.700 frascos de soro contra picadas de serpente e de aranha para o país vizinho

Butantan doará vacinas para a Venezuela

O Instituto Butantan irá disponibilizar para doação até um milhão de doses de vacina contra a gripe para a população da Venezuela. Além disso, o Instituto irá doar 1.700 frascos de soro contra picadas de serpente e aranhas para a população do país vizinho. O objetivo é ajudar a população da Venezuela no momento em que o país enfrenta uma grave crise política e humanitária.

O anúncio foi feito durante a cerimônia de entrega da ampliação e modernização da fábrica de vacina contra a gripe do Instituto Butantan, neste sábado. Com a ampliação, o Instituto passa a ter a maior fábrica do gênero no Hemisfério Sul.

Presente no evento, o Governador João Doria ressaltou que as doações serão principalmente para moradores da fronteira da Venezuela com o Brasil, visando imunizar contra as doenças e auxiliar moradores de regiões amazônicas do país vizinho a tratar acidentes envolvendo cobras e aranhas. “É mais uma forma de solidariedade do Estado de São Paulo a esta população que sofre tanto nas mãos de um ditador”.

Com a reforma e ampliação da fábrica, realizada no ano passado, o Butantan passou a ter capacidade instalada para a produção de 140 milhões de doses por ano. A demanda das campanhas do Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, é de 64 milhões de doses. Para atendê-la, o Butantan iniciou a produção em outubro do ano passado.

O Governador aproveitou o evento para lembrar da importância histórica do Butantan para a saúde no país. “O ato da vacina é uma forma muito importante e eficaz de controle e erradicação de doenças e esse é o grande papel do Instituto Butantan”, afirmou Doria.

Para a reforma e modernização, foram investidos R$ 83 milhões provenientes da Fundação Butantan. A ampliação incluiu, além de reforma, aquisição e readequação de equipamentos. Com o aumento da capacidade de produção, o Instituto planeja a exportação do produto. Para isso, está adequando a fábrica para a pré-qualificação junto à Organização Mundial de Saúde (OMS), permitindo que a vacina contra influenza produzida pela instituição seja fornecida para outros países.

“Temos condições de atender a população brasileira na totalidade durante a campanha de vacinação nacional. E temos a satisfação em poder ajudar também quem precisa em uma situação tão difícil como a enfrentada pela população venezuelana”, afirma Dimas Tadeu Covas, diretor do Instituto Butantan. Os soros já estão disponíveis para doação e as doses de vacina poderão ser enviadas a partir de maio.

Além disso, verifique

Santa Casa apresenta balanço contábil de 2018

Assembleia Geral é o órgão máximo da Instituição integrada por membros da Comunidade. A Santa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.