Powered by free wordpress themes

Home / Cidades / 7 dicas para vender seu carro usado

Powered by free wordpress themes

Negociar com lojas é mais rápido, mas em particular traz vantagem financeira

7 dicas para vender seu carro usado

EVITE PROBLEMAS – Apostar em uma boa apresentação do veículo passa credibilidade para eventuais compradores

Ao comprar um carro novo, o consumidor também deve pensar na revenda do veículo no futuro. Essa nova negociação pode se dar de duas formas: por meio de uma loja ou particular, diretamente para outra pessoa física.

Especialmente no segundo caso, é importante estar atento para evitar problemas na negociação, uma vez que o proprietário pode estar sujeito a algum tipo de golpe.

É por isso que quem está vendendo deve ter em mente algumas ações para facilitar a venda do veículo e garantir sua segurança. Confira a seguir 5 dicas para realizar um bom negócio ao vender seu carro usado:

 

  1. Venda para uma loja

A venda para uma garagem especializada traz comodidade na questão de segurança para o dono do veículo. A grande vantagem desta negociação é a facilidade para concretizar a venda, afinal, o proprietário está lidando com especialistas.

Porém, quem deseja vender deve estar ciente de que conseguirá um preço menor pelo veículo, pois a loja deve arcar com algumas despesas, além de ter uma margem de lucro na hora da revenda.

  1. Venda para pessoa física

A venda para uma pessoa física é mais vantajosa financeiramente para quem está anunciando o veículo, pois poderá cobrar um preço maior se comparado ao que conseguiria em uma garagem.

Em contrapartida, a venda em particular pode demorar mais para ser concretizada e exige mais atenção aos detalhes da negociação.

  1. Apresente bem o veículo

Ninguém quer comprar um carro que esteja sujo, pois demonstra desleixo por parte do vendedor, além de esconder detalhes. Portanto, para fazer uma boa venda, deixe o carro bem apresentável, limpo e higienizado por dentro. Isso demonstrará cuidado com o veículo e tornará a venda mais fácil.

  1. Encontre os interessados em local público

Atentar-se para a segurança é essencial. Para mostrar o carro aos interessados, marque o encontro em locais públicos e movimentados. Assim, você não se expõe a riscos, como ser assaltado, nem recebe estranhos em casa.

  1. Informe tudo, até os defeitos do veículo

Para evitar reclamações futuras, é importante informar todos os detalhes do carro ao comprador, inclusive os pontos negativos. Desta forma, o novo proprietário fica ciente dos problemas e não poderá reclamar posteriormente, alegando ter sido enganado.

  1. Recorra aos bancos

Procure sempre receber o pagamento através de bancos, evite aceitar dinheiro ou cheques. Também não faça contratos de parcelamento por conta própria. Para isso existem os bancos, que fornecem financiamentos. Entregue o carro apenas quando o dinheiro for depositado.

  1. Acerte toda a documentação

Depois de fechar negócio, preencha o Certificado de Registro (CRV) com os dados do comprador e reconheça firma. A partir desta data, o novo dono tem 30 dias para fazer a transferência e é importante acompanhar esse processo para evitar que multas e outras cobranças ainda cheguem a sua casa.

Tire pelo menos duas cópias da documentação e guarde uma em casa. A outra deve ser enviada ao Detran para mostrar que o carro não está mais com você.

Aumente suas chances de vender seu carro! Clique aqui e anuncie nos Classificados do Diário da Região!

 

(Colaborou Breno Maniezo)

Além disso, verifique

Implantação da coleta seletiva completa um ano

VALENTIM  – A implantação da Coleta Seletiva e do Ecotudo resolveram um problema antigo do aterro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.